HISTÓRIA

O Círculo de Apoio à Aprendizagem Profissional de Goiânia iniciou sua atuação em 01 de julho de 1973, graças à iniciativa do Sr. Paulo Henrique de Andrade, que buscou em diversos setores da comunidade goiana, priorizando a Educação, Recreação, o Trabalho e a Alimentação, no atendimento ao adolescente e sua família.

Atuando sempre em consonância com as exigências legais, Inscrito no Conselho Municipal de Assistência Social sob o nº 0020, Inscrito no Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente sob o nº 053. Integra o Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil e Proteção ao Trabalho do Adolescente – FEPETI.

Em setembro de 2002, a entidade alterou sua linha de atuação adequando-se à Lei da Aprendizagem nº 10.097/2000, implantando o Programa de Formação Técnica Profissional Metódica.

Priorizando a Inclusão Social dos adolescentes que se encontram em condição de vulnerabilidade social e/ou pessoal em consonância com a Política Nacional de Assistência Social e a Política Nacional do Trabalho.

DIRETORIA EXECUTIVA

Presidente - Sebastião De Oliveira Batista

Vice-Presidente - Manoel Alexandre de Moura

1º Tesoureira - Jadyr Alves de Andrade

2ºTesoureira - Leda Maria Medeiros Guedes

1º Secretário - Benedito dos Reis Borges

2ª Secretária - Anielle Noronha Sousa Brito

BIOGRAFIA PAULO HENRIQUE DE ANDRADE – O FUNDADOR

Paulo Henrique e Jadyr

Nascido em Patrocínio Paulista-SP em 1º de março de 1939, Paulo Henrique de Andrade viveu toda a infância em Barretos e Paraguaçu Paulista e juventude em Franca-SP, onde concluiu os primeiros estudos e obteve os seus diplomas de curso superior. Em 1961, formou-se em Contabilidade pelo Instituto Francano de Ensino e, em 1965, em Economia pela Faculdade de Direito e Ciências Econômicas de São Paulo.

Em 13 de março de 1967, logo após ter se transferido para Goiânia, participou em 1971 de uma campanha de Natal promovida pelo Centro Espírita Irmão Anicetoque seria decisiva na sua trajetória de vida. Escolhido, juntamente com sua esposa Jadyr Alves de Andrade, para proporcionar um Natal diferente para a população carente das Vilas São José e Santa Helena, intuiu que aquelas pessoas não precisavam somente de cestas básicas e brinquedos, mas de oportunidade de trabalho.

É aí que entra na história a figura do doutor Marino da Costa Terra, que havia fundado, em nível nacional, uma instituição filantrópica para atender menores carentes. Ao saber da existência dele, Paulo Henrique e Jadyr Alves de Andrade foram à São Carlos-SP, onde conheceram a sede do CAMP daquela cidade e receberam das mãos do doutor Marino, todo suporte técnico e jurídico necessário para que a bem-sucedida experiência fosse transplantada para Goiânia.

E foi assim que, em 1973, nasceu o CAMP-GO (Círculo de Amigos do Menor Patrulheiro), instituição pioneira nos cuidados com o menor carente na região Centro-Oeste. Baseando sua atuação no tripé “educação, recreação e trabalho”, o CAMP vem desde então acolhendo, orientando e preparando jovens aprendizes para o mercado de trabalho, bem como para o exercício da cidadania.

Do ano de sua fundação até os dias de hoje, milhares de adolescentes passaram pela instituição, e muitos dos profissionais mais destacados desta parte do país tiveram a sua primeira oportunidade de trabalho graças a ela.

missao

Procurar garantir direitos sociais por meio da Inclusão Social, inserção no mercado de trabalho e atendimento psicossocial.

visao

Ser referência da Política de Assistência Social e da Política do Trabalho.

valores

  • Desenvolvimento Pessoal e Profissional;
  • Responsabilidade com equidade;
  • Valorização e Parceria Mútua;
  • Trabalho em equipe;
  • Cidadania e Solidariedade;